Artigos

Os planos relevantes são dinâmicos. Já preparou o seu?

23-11-2015

Esta é a altura típica em que se perspectiva o final do ano, se identificam os principais objectivos para o ano seguinte e se definem as iniciativas relevantes de marketing e comunicação para os concretizar. Um dos componentes fundamentais destes planos é a correcta identificação de objetivos mensuráveis, conjugada com a análise da execução e da sua eficácia.

 

Essa análise deverá também integrar um processo regular de monitorização e ajustamento dos planos de marketing e comunicação para responder às naturais mudanças que resultam da evolução da actividade da organização. Se esta validação regular for integrada no ciclo regular de actividades, ou seja, for parte do ritmo natural de análise da actividade e do negócio, não constitui um fardo adicional aos processos de reunião, mas sim um valor acrescentado relevante, que permite chegar ao final do ano com dados valiosos a utilizar pela gestão para as iniciativas de negócio e marketing.

 

A este processo de acompanhamento das actividades e medição da sua eficácia deverá adicionar-se a dimensão temporal e competitiva. No primeiro caso, estamos a referir-nos à definição do posicionamento pretendido para a empresa, numa lógica do ciclo anual de negócio mas também prospectiva de longo prazo, ou seja, o objetivo aspiracional que se pretende atingir. Desta forma, quando se fizer a análise dos investimentos, mais facilmente se permite definir quais os objectivos de longo prazo e os de curto prazo. Esta análise integrada permite criar um mapa simples que disponibiliza um conjunto de dados extremamente poderosos para uma maior eficácia das iniciativas de marketing e comunicação ao serviço do negócio:

 

- Investimentos efectuados, e que são relevantes para as audiências que a organização pretende atingir, mas que não foram devidamente capitalizados (verificados através dos indicadores de desempenho criados para o mesmo);

- Investimentos que não estão de acordo com os principais objectivos do negócio para o ano mas que posicionam a organização de forma estratégica para o futuro perante os interlocutores estratégicos da empresa (logo, não mensuráveis no prazo de um ano, mas em períodos plurianuais);

- Investimentos que tiveram retorno acima do esperado, de negócio e credibilidade, e que podem por isso ser reforçados ou renovados;

 

Esta simples análise permite rapidamente também destacar áreas relevantes não abrangidas pela estratégia, ou seja, onde os objectivos se cruzam com as audiências, mas não existem iniciativas adequadas desenvolvidas ao longo do ano e que deverão ser endereçados. Somos o seu parceiro para transformar os seus objectivos de negócio em estratégias e iniciativas de comunicação.

 

We discover your point of view!