Ábaco Consultores lança novas soluções em SAP Analytics Cloud

A Ábaco Consultores, empresa de implementação e manutenção de sistemas de informação SAP, lançou duas soluções de Analytics «essenciais para dotar as organizações com a informação relevante para a gestão, seja de equipas de vendas, seja para o sector alimentar».

As soluções Your Analytics by Ábaco disponíveis na plataforma digital da SAP – têm assim como principal finalidade dotar as organizações com informação relevante sobre a sua operação e em tempo útil, para tomada de decisões relevantes para o negócio.

Os dados resultantes da análise são obtidos a partir das folhas de cálculo em Excel, ainda uma das principais formas de registo de dados nas organizações. Desta forma, através dos pacotes Your Analytics by Abaco consegue-se extrair e compartilhar a informação necessária.

Com a incorporação destas soluções, as organizações «passam a conseguir analisar a previsão de crescimento, a progressão de gráficos e, ao mesmo tempo, a simplificar, obter e partilhar informações que as ajudarão a tomar decisões mais claras e rápidas».

Mais informações aqui.

In: PC Guia.

Data Discovery Tool: a nova ferramenta da BI4ALL para o ajudar com o RGPD

A BI4ALL apresentou ontem uma nova solução para as empresas que ainda não entraram em conformidade com o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD).

A solução mais recente a entrar no mercado português tem o cunho da BI4ALL, uma empresa da área de business intelligence. O Data Discovery Tool é uma ferramenta web de fácil utilização que já tem incluídas as novas regras a serem aplicadas. Esta solução conta ainda com um dashboard que disponibiliza os resultados das pesquisas efetuadas nos vários dados da empresa. Na eventualidade de alguns dos ficheiros analisados não estarem em conformidade com o Regulamento, a Data Discovery Tool apresenta as alterações que têm de ser introduzidas.

Em comunicado disponibilizado ao Link to Leaders, José Oliveira, CEO da BI4ALL, refere que “estamos a quatro meses da oficialização do RGPD e Portugal continua a ser dos países menos preparados para cumprir as exigências impostas pelo novo regulamento. É, por isso, essencial que as empresas percebam o verdadeiro impacto que estas alterações terão no seu negócio e que, desta forma, tomem as medidas certas para entrar em compliance”.

As empresas que não estiverem em conformidade até dia 25 de maio estão sujeitas a sofrer coimas que podem chegar aos 20 milhões de euros ou a 4% do volume de negócios anual.

Recorde-se que com este regulamento, a UE quer atualizar a legislação que foi posta em prática há 22 anos, numa altura anterior à generalização da Internet. As novas regras surgem agora para colmatar o que as antigas normas não foram capazes de acompanhar: a evolução tecnológica dos últimos anos.

Mais informações aqui.

In: Link to Leaders.

Conheça as 10 previsões do estudo Futurscape da IDC

Em 2021, 25% dos bancos na economia portuguesa vão usar tecnologias de blockchain para gerir transacções,  segundo a IDC Portugal. É uma das previsões do estudo Futurscape Portuguese ICT Top 10 Predictions que a consultora apresentou esta terça-feira.

Além da preparação da conformidade com o novo regulamento de protecção de dados (RGPD), há dez tendências ou factores que deverão influenciar o sector das TIC, durante 2018, diz a IDC. Aquele factor será “um dos principais dinamizadores do investimento em TICE não só em 2018, mas também durante 2019”.

As dez tendências ou factores:

‒ Digitalização da economia global: em 2021, pelo menos 30% da economia nacional será
digitalizada, numa evolução impulsionada pelas novas ofertas digitais, a digitalização das operações e das
cadeias de valor, assim como dos canais e respectivos processos de relacionamento com clientes. Em termos globais a IDC prevê que mais de 50% da economia esteja digitalizada em 2021;

‒ Plataformas de transformação digital: em 2019, 25% das 100 maiores organizações portuguesas irão desenvolver uma nova estratégia de TI para suportar uma plataforma de transformação digital, de modo a competirem numa economia cada vez mais digital. Esta percentagem será de 60% nas 2000 maiores empresas mundiais;

‒ “Cloud Core”: em 2021 o investimento e despesa empresarial nacional em serviços de cloud computing e
hardware necessário para o desenvolvimento de clouds privadas e públicas irá duplicar e ultrapassar os 400 milhões de euros. À escala global este mercado chegará perto dos 500 mil milhões de euros;

‒ Inteligência Artificial (IA): em 2019, 30% das iniciativas de transformação digital irão incorporar
algum tipo de serviço de IA, e em 2021 mais de 50% das novas aplicações terão IA incorporada. Mais de 50% dos consumidores irão interagir com algum tipo de bot.

Em termos mundiais mais de 90% dos consumidores irão interagir com bots e mais de 40% das iniciativas de transformação digital vão envolver recursos de IA em 2020.

‒ Aplicações ágeis: em 2021 o desenvolvimento de aplicações na Europa irá basear-se
“arquitecturas hiper-ágeis”. Cerca de 60% do desenvolvimento aplicacional será feito
sobre plataformas de cloud (PaaS) com recurso a micro-serviços e novas funcionalidades de cloud (ex., AWS Lambda e funções Azure). Perto de 70% dos micro-serviços serão desenvolvidos com tecnologia de “containers”.  À escala mundial, 80% do desenvolvimento aplicacional será feito sobre plataformas de cloud (PaaS).

‒ Interfaces humanas digitais: em 2020 mais de 10% dos trabalhadores portugueses irão utilizar soluções de realidade aumentada (25% nas maiores organizações mundiais), e mais de 50% das novas aplicações móveis irão utilizar a voz como interface de comunicação. Mais de 25% das 100 maiores organizações portuguesas irão recorrer a soluções de biometria para personalizar a
experiência de colaboradores e clientes. Isso acontecerá em 50% das maiores organizações mundiais.

‒ Blockchain: em 2021 pelo menos 15% das 100 maiores organizações nacionais irão recorrer à
tecnologia de blockchain para criar serviços fiáveis, seguros e com capacidade de expansão. Mais de 25% dos bancos vão usar tecnologias de blockchain para gerir transacções.

‒ Monetização de dados: em 2020 mais de 35% das 100 maiores organizações irão desenvolver
novos fluxos de receita com base em dados no modelo Data-as-a-Service (DaaS), desde a venda
de dados em bruto, até indicadores de indústria e serviços de recomendações. Ao nível global a IDC prevê que mais de 90% das 2000 maiores organizações tenham uma oferta de Data-as-a- Service (DaaS) em 2020.

‒ Ferramentas “low-code” e “no-code”: durante 2021, em função das novas ferramentas “low-code” e “no- code”, mais de 10% das aplicações empresariais e 25% das novas funcionalidades das aplicações não serão desenvolvidas por programadores;

‒ Economia das API: em 2021 mais de 35% das 100 maiores organizações portuguesas terão
mais de 30% das suas iterações digitais realizadas através de parceiros no ecossistema através
de API.

Mais informações aqui.

In:ComputerWorld.

Responsabilidade Social Corporativa no setor farmacêutico

O terceiro Encontro Temático do GRACE: “Responsabilidade Social Corporativa no Setor Farmacêutico” foi organizado com o apoio da BloomCast Consulting.

O associado PLMJ acolheu o terceiro Encontro Temático do GRACE, organizado com o apoio da Bloomcast Consulting.

Mais informações aqui.

In: Grace.

 

PHC Software lança nova versão do PHC CS

Tem como principal novidade a integração do novo produto PHC CS Recrutamento.

A PHC Software lançou uma nova versão do PHC CS que tem como principal novidade a integração do novo produto PHC CS Recrutamento, que visa ajudar as empresas a «recrutar os melhores talentos e diminuir o tempo associado aos processos de contratação».

A versão 22 do PHC CS também pretende facilitar e «melhorar a tomada de decisão, mantendo uma relação personalizada entre a empresa e os seus candidatos, bem como assegurar um feedback interno mais rápido e eficaz».

A nova versão do PHC CS traz ainda um conjunto de outras novidades, permitindo, por exemplo, importar dados directamente a partir do SAF-T, aumentando a facilidade de utilização, dado que passa a precisar apenas do respectivo ficheiro para lançar, de uma só vez, os movimentos contabilísticos.

Mais informações aqui.

In: PC Guia.

jp.di summit abordará oportunidades da transformação digital

A Unidade de Negócio da Distribuição do jp.group (JP Sá Couto) reunirá no dia 29 de setembro, em Ílhavo, fabricantes, parceiros, clientes e clientes finais num evento focado nos desafios e oportunidades da transformação digital.

A Unidade de Negócio da Distribuição do jp.group (JP Sá Couto) está a organizar o jp.di summit 2017 – inspiring technology, que reunirá na Casa da Cultura de Ílhavo, no dia 29 de setembro, mais de 600 participantes e 60 parceiros de negócio, entre os quais 50 das principais marcas de tecnologia do mercado.

Em comunicado, a jp.di diz que o evento se realiza “num momento estratégico do ano”, o início do último trimestre, “que coincide com a maior procura por produtos e soluções tecnológicas quer no mercado corporate, quer no mercado de consumo”.

Mais informações aqui.

In: IT Channel.

 

Helder Miranda nomeado responsável de vendas SMB da jp.di

Helder Miranda passará a acumular a nova função de responsável de vendas SMB com a de liderança de Marketing Estratégico da empresa, que ocupa desde o final de 2016.

Este desafio reforça a estratégia da jp.di em estabelecer uma relação cada vez mais próxima entre fabricantes, Parceiros e clientes, valorizando toda a cadeia de valor da distribuição informática em Portugal e afirmando a jp.di como uma equipa de especialistas.

Para Helder Miranda, “este é um momento crucial para os distribuidores de informática e tecnologia em Portugal, que devem afirmar-se como potenciadoras de valor para fabricantes e clientes através de uma relação de proximidade e simplicidade. Este é o momento para a jp.di ser reconhecida como o parceiro preferencial de IT em Portugal”.

Mais informações aqui.

In: IT Channel

PHC Software reforça a aposta na felicidade dos seus colaboradores

A multinacional portuguesa PHC Software apresentou o programa My Happiness, desenvolvido com o objectivo de trabalhar a atitude para a felicidade dos seus colaboradores, em linha com a política de cultura organizacional profissionalizada da empresa.

Este projecto enquadra-se na importância estratégica que a PHC Software atribui à atitude para a felicidade dos seus colaboradores, considerada um factor relevante ao nível da inteligência emocional e tratando-se de um promotor de saúde e bem-estar que tem um contributo directo em quatro factores chave do desenvolvimento do programa: a autoestima, o optimismo, as relações interpessoais e a autorrealização.

Mais informações aqui.

In: Human Resources Portugal.

Ábaco Consultores volta a patrocinar SAP Fórum Brasil 2017

No âmbito da sua parceria estratégica com a SAP, a Ábaco Consultores irá voltar a marcar presença no prestigiado SAP Forum Brasil, nos dias 12 e 13 de Setembro, no Transamérica Expo Center. Este é um espaço privilegiado de partilha e debate sobre as mais recentes tecnologias e inovações no software líder de gestão empresarial em tempo real para negócios digitais. A exemplo do ano passado, a Ábaco Consultores será patrocinador oficial, na qualidade de Bronze, desta conferência e irá partilhar, com os presentes, a sua experiência e conhecimento sobre o tema “Commodities Agrícolas usando o SAP ACM/CM 4.0 em tempo real”.

A tecnologia tem vindo, ao longo dos últimos anos, a ocupar um papel cada vez mais central na vida de uma organização, sendo a transformação digital percecionada como um papel crucial na dinamização do negócio de qualquer empresa. Para a concretizar, é necessário estimular e promover esta transformação, colocando a inovação no centro, como um requisito fundamental de adaptação para qualquer empresa presente no universo digital.

A nossa presença no SAP Forum Brasil é uma consequência natural do nosso empenho e parceria estratégica estabelecida com a SAP, bem como do percurso bem-sucedido que temos trilhado até à data”, confirma Fernando Teixeira, Diretor Geral da Ábaco Brasil, prosseguindo “a qualidade e competências das equipas Ábaco tem-se demonstrado com os projetos que temos vindo a conquistar na implementação das mais avançadas tecnologias, com S/4 HANA.”, conclui.

Mais informações aqui.

In: Business Leak.

Ábaco estabelece protocolo com a ATP

A colaboração prevista insere-se nas prioridades estratégicas que a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP) tem para o sector, em específico na melhoria dos sistemas de gestão das empresas, refere Paulo Vaz, director-geral da organização.

A Ábaco Consultores e a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP) assinaram um protocolo de colaboração, envolvendo a prestação de serviços em torno de tecnologia da SAP. No quadro do acordo, as empresas que são membros da organização passarão a ter o apoio de uma equipa de profissionais qualificados e com conhecimento do tecido empresarial local, na utilização de produtos da SAP.

O protocolo, sublinha Nuno Figueiredo, administrador da Ábaco Consultores, representa a continuidade da aposta, de longo prazo, da consultora, no desenvolvimento tecnológico do sector têxtil, em Portugal, um dos sectores mais dinâmicos e exportadores da indústria portuguesa.

Mais informações aqui.

In Computerworld.

1 2 3 4 6