Messi, o primeiro embaixador da OrCam Technologies

Messi será o primeiro embaixador da OrCam Technologies, responsável pela criação e desenvolvimento de soluções para invisuais, que o fez conhecer a história do líder do Comité Paralímpico do Brasil.

(…)

O capitão dos blaugrana acaba de tornar-se o primeiro embaixador da OrCam Technologies, empresa responsável pela criação e desenvolvimento de soluções de assistência para invisuais. O OrCam MyEye, destinado para pessoas cegas ou com dificuldades de visão muito altas, é um pequeno dispositivo portátil que capta imagens ao segundo e lê em voz alta o que se passa ao utilizador, permitindo assim que se leia um livro, que se reconheçam caras ou cores e que perceba os produtos de supermercado que tem à frente. E Lionel Messi foi conhecendo ao longo do processo várias pessoas a quem foi oferecendo o pioneiro dispositivo ao mesmo tempo que toma contacto com as suas histórias, uma em especial do atual presidente do Comité Paralímpico do Brasil, Mizael Conrado.

“Existiram algumas histórias particularmente impactantes. Por exemplo, a história do utilizador brasileiro, o Mizael Conrado, de 42 anos. A ligação especial com ele veio daquilo que têm em comum: o amor ao futebol. O Mizael sempre teve o sonho de se tornar jogador de futebol e, mesmo sendo cego desde os nove anos, jogou futebol de 5 paraolímpico pela seleção brasileira durante 14 anos, com duas medalhas de ouro nos Paraolímpicos de Atenas e Pequim. Hoje em dia é presidente do Comité Paraolímpico Brasileiro. Como este utilizador ainda fala espanhol os dois trocaram impressões acerca do mundo do futebol”, explicou ao Observador Fabio Rodríguez, OrCam Country Manager de Portugal e Espanha, antes de destacar outros casos que envolveram Messi.

“Por ser pai de três filhos, as histórias dos mais jovens também marcaram o jogador, com quem sentiu uma ligação especial. Com Abril, a utilizadora do Uruguai, o Messi prestou especial atenção às adversidades que as crianças cegas enfrentam, criando ainda uma ligação empática com os pais da criança”, destacou Rodríguez.

Natural de Santo André, Mizael Conrado nasceu cego devido a uma catarata congénita, foi operado quatro vezes ainda bebé para recuperar a visão mas, por causa de um deslocamento de retina, começou de novo a perder a visão a partir dos nove anos, ficando totalmente cego aos 13. Estudou no Instituto Padre Chico, especializado para pessoas com deficiências parciais ou totais de visão, e formou-se mais tarde em Direito pela Universidade de São Paulo, tendo pelo meio uma das maiores carreiras entre atletas paralímpicos brasileiros: foi bicampeão nos Jogos de 2004 e de 2008 e bicampeão mundial (1998 e 2000) entre muitos outros títulos coletivos, sendo considerado o melhor jogador do mundo de futebol de 5 em 1998, quatro anos após ter ganho o primeiro troféu.

Hoje é o presidente do Comité Paralímpico do Brasil, após oito anos até 2017 como vice e secretário geral do órgão, além de ser vice da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo. Entre muitos outros cargos exercidos no plano estadual, nacional e internacional (faz parte do Comité  Executivo da União Mundial de Cegos e da União Latino-Americana dos Cegos), assumiu um papel relevante na aprovação da Lei de Inclusão da Pessoa com Deficiência no Brasil. Tudo tendo apenas 42 anos.

“Ter o apoio desta importante figura como Lionel Messi é para a OrCam Technologies um grande passo. O nosso objetivo como empresa é podermos utilizar a tecnologia baseada em inteligência artificial para ajudar as pessoas com deficiências visuais a ser mais independentes e mais felizes mas o objetivo desta campanha é partilhar com o mundo o mais importante: as incríveis histórias de superação que estas pessoas cegas passam e passaram. O Lionel Messi, além de uma estrela mundial, é a personalização de como maximizar o nosso próprio potencial e da superação dos limites. Ao juntar-se a esta campanha e ao mostrar uma vontade de partilhar a mensagem desta tecnologia que muda a vida das pessoas, esta pessoa admirada mundialmente mostra uma nova faceta de si. É uma figura que transcende os limites de países e línguas, e por isso pode ajudar-nos a chegar a milhões de pessoas que necessitam de ajuda”, frisou ainda Rodríguez, a propósito da escolha do argentino para embaixador.

Também Lionel Messi abordou a associação à OrCam Technologies, anunciada esta quarta-feira. “Estou muito satisfeito por poder fazer parte de um projeto que tem como principal missão melhorar a vida de pessoas cegas e com dificuldades de visão. Ser um embaixador da OrCam vai permitir conhecer pessoas com histórias de vida incríveis, que merecem ter algo que as ajude. Poder ser eu a dar essa alternativa será algo inestimável. Todas estas emoções foram incríveis, conhecer este grupo de pessoas incríveis do mundo inteiro foi um momento mágico e inspirador. Testemunhar estas experiências mostrou que isto será um dispositivo que mudará a vida de todos”, comentou o jogador do Barcelona, que é a partir de hoje o primeiro embaixador da marca.

Entrevista a Fabio Rodríguez, OrCam Country Manager de Portugal e Espanha, ao Observador.

Leia mais aqui.
Related Posts

Leave Your Comment