Projeto: Energia Simples, a Comercializadora que quer mudar paradigmas

bloomcast consulting energia simples projeto

OS NOSSOS PROJETOS

A Energia Simples é a marca da empresa PH Energia, Lda para a comercialização de energia elétrica no mercado liberalizado. Com sede no Porto, a Simples foi criada em Novembro de 2014 por um grupo de profissionais de renome da área da energia, engenharia e tecnologia com preocupações comuns: a eficiência energética, a sustentabilidade ambiental e a ética empresarial.

A sua preocupação com o planeta reflete-se no que são, interna e externamente. Aos consumidores, oferece soluções de autoconsumo que produzem energia 100% renovável. Internamente, procuram reduzir a sua pegada ecológica com a implementação de medidas amigas do ambiente. É também por isso que são 100% digitais.

A Energia Simples é cliente da BloomCast desde outubro de 2016, e tem vindo a reforçar a sua presença no mercado português, comunicando de forma consistente e coerente, através de mensagens-chave impactantes.

 

O DESAFIO LANÇADO:

Reforçar a notoriedade da Energia Simples, bem como do seu CEO enquanto um Opinion Leader no mercado português, posicionando-os como uma referência nos setores da energia, inovação e tecnologia.

Para tal, foi e continua a ser necessário trabalhar dois eixos fundamentais: a importância do mercado liberalizado e a Sustentabilidade, com a aquisição de energia verde.

Perante este contexto, o desafio proposto estava na necessidade de criar mensagens-chave que mostrassem a diferenciação da Energia Simples num mercado competitivo e pouco diferenciado, sendo esse o principal objetivo. Comunicar a visão estratégica da Energia Simples para a área de eficiência energética e o seu conhecimento do setor e dos seus desafios seria um primeiro passo, assim como referir os seus unique selling points.

Desta forma, trabalhar a comunicação de temas tão interligados e atuais como: as energias renováveis, a sustentabilidade, a importância das comunidades de energia e dos carros elétricos, a aposta no hidrogénio, o Peer to Peer. os edifícios NZEB representam per si um enorme desafio, uma vez que é fundamental estar a par e comunicar conforme a atualidade e as medidas implementadas pelo governo e União Europeia.

Ao longo dos últimos anos, a Energia Simples investiu, fortemente, na produção de energia de fontes renováveis como a eólica, a mini-hídrica e o fotovoltaico, tendo por isso, instalado mais de onze centrais solares de pequena dimensão distribuídos por todo o País, num claro compromisso para com o futuro desta tecnologia. Investiu também em tornar todos os seus Planos de Eletricidade, para particulares, de origem 100% renovável, sem que isso aumentasse qualquer custo para o Cliente.

Esta aposta vem demonstrar a visão estratégica e ambiciosa da Energia Simples para a diversificação das fontes energéticas sustentáveis, bem como impulsionar a competitividade das energias renováveis e do mercado liberalizado.

A NOSSA RESPOSTA

Deliverables:

  • Consultoria Estratégica
  • Estratégia de Media Relations
  • Comunicação One-to-One com OCS específicos
  • Desenvolvimento de Conteúdos
  • Estratégia de Social Media
  • Gestão de Crise

 

Energia simples público

https://www.publico.pt/2018/06/27/economia/noticia/energia-simples-duplica-facturacao-e-espera-lucro-de-dois-milhoes-em-2018-1836077

 

A abordagem proposta à comunicação da Energia Simples passa pela definição de mensagens que demonstrem a sua diferenciação num setor em que os serviços são pouco diferenciados em termos da perceção do utilizador comum, e em que a noção dos benefícios obtidos também não está inteiramente definida.

Foi também proposto, logo no início, a criação de um momento de comunicação para apresentar e dar a conhecer as características únicas que diferenciam a empresa, aproveitando para fomentar uma nova relação de goodwill – a sugestão recaiu sob fazer um encontro específico com alguns meios do setor relevantes para a Energia Simples (pequeno-almoço).

 

Energia simples noticias ao minuto

https://www.noticiasaominuto.com/economia/1081126/e-importante-que-os-clientes-saibam-o-porque-de-gastarem-aquele-valor

 

Ao longo dos anos, vários têm sido os temas a comunicar, desde novas parcerias estabelecidas, uma delas com o Vitória de Guimarães, aos concursos públicos ganhos – como o Banco de Portugal, Comunidade Intermunicipal do Douro e para a Guarda, à criação do Primeiro Parque Solar no Mercado Livre, o projeto pioneiro, em Portugal, inteGRIDy, entre outros.

 

Energia simples jornal de negócios

https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/detalhe/energia-simples-ganha-contrato-de-4-milhoes-do-banco-de-portugal

 

Também a comunicação relativa à sua expansão para o território espanhol no fornecimento de eletricidade, foi um momento de enorme mediatismo.

Adicionalmente, através de artigos de opinião e entrevistas tem sido mantida uma presença regular de Manuel Azevedo, CEO da Energia Simples, apresentando o expertise da empresa no setor energético e que permitem reforçar e consolidar a visão da Energia Simples como uma empresa líder e que acompanha as principais tendências tecnológicas para a área da Energia.

 

Energia simples dinheiro vivo

https://www.dinheirovivo.pt/opiniao/o-impacto-da-covid-19-no-setor-da-energia-12690258.html

 

Neste sentido, uma das ações estabelecidas foi o estabelecimento de uma parceria editorial com o Vida Económica, um meio com uma comunicação forte na região norte, local onde a Energia Simples marca a sua maior presença, para a presença regular de artigos de opinião do CEO da ES.

 

Energia simples exame

https://visao.sapo.pt/exame/opiniao-exame/2020-05-29-sera-que-ainda-queremos-um-carro-eletrico/

 

De modo a reforçar a identidade da empresa, tem ainda sido feito um extenso trabalho relacional com os meios do setor, de forma a posicionar Manuel Azevedo, enquanto Opinion Leader neste setor, no qual foram desenvolvidas peças, nomeadamente com: o Público; Expresso; Jornal de Negócios; Dinheiro Vivo e Notícias ao Minuto.

 

Desde uma fase inicial que a BloomCast participa na definição e implementação de uma estratégia da Energia Simples para os órgãos de comunicação social. O nosso crescimento foi sempre acompanhado pela disponibilidade da equipa BloomCast e as expetativas superadas com excelentes resultados. Como parceiro de longo prazo, dispõe de um forte sentido estratégico que nos permitiu, a cada momento, chegar a um público mais vasto com rigor e profissionalismo”, refere Manuel Azevedo, CEO da Energia Simples.

 

Descubra mais, aqui, sobre a Energia Simples.

Aqui, para ver outros Casos de Sucesso.

Energias renováveis o que se espera para 2021

Energia Simples bloomcast

Se antes considerávamos que 2020 seria o ano em que o setor energético se iria revolucionar, onde surgiriam novas iniciativas ligadas à sustentabilidade e à eficiência energética, desde cedo percebemos que não iria acontecer. 2020 foi um ano totalmente atípico em que, se por um lado, evoluímos muito a nível tecnológico, de forma a dar resposta à pandemia que nos assola, por outro, existiram setores que praticamente lutaram para não regredir.

Apesar das empresas, os governos, bem como a sociedade no geral estarem muito mais proactivos e consciencializados no que diz respeito aos temas das energias renováveis e das emissões de carbono, temeu-se que, neste ano que passou, fossem colocados de lado, face às prioridades. Contudo, apesar da situação vivida, começa-se a observar a luz ao fundo do túnel, com a descoberta da vacina e é tempo de voltarmos a debruçar-nos sobre as questões climáticas.

Se, por um lado, podemos celebrar o facto da produção renovável ter representado mais de metade (59%) da energia elétrica consumida em 2020, com destaque para a hidroelétrica e eólica, ambas com cerca de 25%, de acordo com os dados da REN – Redes Energéticas Nacionais. Por outro, olhando para o número recorde de incêndios florestais nos EUA, o aquecimento contínuo do Ártico e o aumento constante das temperaturas à superfície do oceano, é crucial que os decisores políticos, empresários e a sociedade em geral tomem ainda mais consciência desta situação e unam os esforços para abrandar, conter e, em última análise, inverter as emissões de gases com efeito de estufa, o maior impulsionador do aquecimento global.

É urgente que todos os países coloquem novamente as energias renováveis enquanto prioridade nas suas estratégias já este ano, de forma que se alcancem desenvolvimentos promissores tanto na inovação como na economia. Exemplo disso, são os Estados Unidos da América, que agora com uma nova administração, estão a prometer grandes investimentos em energia sustentável, entre outros que começam agora a dar passos significativos nesta área. Já Portugal e, de acordo com os dados do Eurostat, em 2019 as energias renováveis representaram 22,1% do uso total de energia para aquecimento e refrigeração na União Europeia, um aumento face aos 21,2% registados no ano anterior. Em Portugal esta percentagem foi quase o dobro da média europeia: 41,6%, sendo que há uma década, em 2010, era de apenas 24%.

De facto, muito pode acontecer num ano – especialmente num com tanta mudança e impacto global como 2021. Perante este contexto, identificamos três formas de lutarmos contra as alterações climáticas e que, consequentemente, terão impacto na sociedade e na economia.

  1. Investir em infraestruturas de veículos elétricos terá efeitos positivos em toda a economia:

 

  1. O papel do armazenamento na obtenção de uma rede elétrica 100% renovável irá crescer

 

  1. As empresas, no geral, reavaliarão os seus compromissos de sustentabilidade

 

 

Pode ler o artigo completo em Dinheiro Vivo, versão online. Artigo de Opinião de Manuel Azevedo, CEO da Energia Simples.

 

Aqui  pode encontrar outros conteúdos que fazem parte do trabalho da BloomCast.

BloomCast assume comunicação da ACEMEL

BloomCast Assume comunicação ACEMEL

A Associação dos Comercializadores de Energia no Mercado Liberalizado (ACEMEL) entregou a sua comunicação à BloomCast Consulting. A cargo da agência ficará a assessoria mediática da associação, tendo como objectivo “reforçar a visibilidade e a notoriedade da ACEMEL enquanto player de referência no mercado de energia em Portugal”.

“A energia é, simultaneamente, um serviço essencial e um factor de competitividade económica, que atravessa um período de profunda transformação, e em cuja cadeia de valor os comercializadores têm um papel fulcral. É com satisfação que nos unimos à ACEMEL para a divulgação das suas actividades, e dos seus membros, no ecossistema”, afirma Rodolfo Oliveira, managing partner da BloomCast Consulting.

Fundada em 2018, a associação reúne 18 empresas do sector e pretende “contribuir para o desenvolvimento de um mercado de energia cada vez mais transparente, equitativo e próximo dos consumidores, em alinhamento com reguladores, instituições públicas ou players incumbentes”. Ao mesmo tempo, tem como objectivo “promover e divulgar matérias ligadas ao funcionamento do sistema energético nacional num contexto de desenvolvimento sustentável, realçando o papel essencial das comercializadoras que actuam no mercado liberalizado em Portugal

 

Mais informações aqui .

In  Meios e Publicidade.