O setor tecnológico e as novas fronteiras da comunicação

Rodolfo Oliveira Managing Partner da BloomCast Consulting e o setor tecnológico

Momentos de transformação são momentos de redefinição. As abordagens comprovadas passam a ter pouca relevância, como acontece com as sessões presenciais, e a digitalização está a transformar todos os setores de atividade. A tecnologia está neles todos e em todas as áreas das organizações, da interação social aos processos de e-commerce, da gestão operacional aos insights de negócio, dos serviços ao cliente aos sistemas de produção e distribuição. Neste sentido, as empresas mais avançadas na transformação digital, capazes de gerir de forma indistinta o digital e a sua presença física (as empresas biónicas, termo utilizado pelo Boston Consulting Group), irão seguramente ter maior protagonismo e crescimento no futuro. Um inquérito recente da McKinsey a decisores businesss2business em 11 países indica que as organizações têm uma probabilidade muito superior de escolher para seus fornecedores empresas que ofereçam uma experiência digital de excelência.

No centro deste processo de mudança, as empresas do setor tecnológico, dos fabricantes aos implementadores e ao canal de revenda, ganharam especial protagonismo e relevância. E com esta visibilidade ganharam igualmente responsabilidades acrescidas. É esperado que tenham a capacidade de, em conjunto com os clientes, identificar novos modelos de organização e gestão de equipas, novos caminhos para negócios atuais, soluções que permitam acompanhar de forma mais próxima os clientes e que otimizem e melhorem os processos existentes.

Walk the talk

Esse papel de liderança do setor significa também mostrar conhecimento e capacidade para ser um parceiro de referência das organizações em momentos de incerteza e redefinição. Em primeiro lugar, mostrando a capacidade de concretizar aquilo que advogam, sendo capazes de adaptar o seu funcionamento aos novos paradigmas de operação em modo remoto, à distância, com a prioridade na segurança e bem-estar das suas equipas e das comunidades em que se inserem. É preciso integrarem também a inovação e uma crescente flexibilidade na abordagem aos desafios apresentados.

“É preciso tirar partido dos canais digitais para chegar com a informação necessária e de forma personalizada aos clientes”

Em segundo lugar, criando conteúdos de qualidade, com novas e eficazes formas de chegar aos clientes, que permitam comunicar a visão estratégica para a tecnologia ao serviço do negócio e os use cases que permitam identificar as melhores soluções para cada desafio. A liderança também tem de estar aqui, na capacidade de tirar partido dos novos canais digitais para chegar com a informação necessária e de forma personalizada aos clientes que dela necessitam. Da comunicação tradicional às redes sociais, das ferramentas colaborativas aos formatos interativos, dos vídeos aos webinars e aos podcasts, também aqui há que inovar de forma coerente com aquilo que preconizam.

Em momentos de incerteza, o verdadeiro risco existirá para aqueles que não digam “presente” aos desafios dos seus clientes.

Publicado, inicialmente, na edição de Agosto da Exame. Artigo de Opinião de Rodolfo Oliveira, Managing Partner da BloomCast Consulting.

Podcasts, a nova forma de comunicar à distância

Podcasts, essencial para a comunicação

Os Podcasts (e-book) são um conteúdo em áudio, disponibilizado através de um arquivo, que permite ao ouvinte ouvir quando, onde e no dispositivo que preferir. Quando é que foi a última vez que ouviu um Podcast? A probabilidade de qualquer pessoa no seu círculo de contactos próximos ter, recentemente, ouvido um Podcast é elevada. Segundo um estudo de 2019 da Business Insider, mais do que três quartos dos utilizadores de internet nos Estados Unidos ouviram conteúdos em formato áudio digital, como música (streaming) e podcasts, pelo menos uma vez por mês, no ano passado. Adicionalmente, 51% da população já ouviu um podcast pelo menos uma vez e 26,9% são ouvintes regulares de pelo menos sete podcasts.

No contexto atual, que pede o distanciamento social a bem de todos, e com base nestes dados, nunca houve melhor altura para começar a desenvolver podcasts. A explosão deste formato tem chamado a atenção do público que está, cada vez mais, recetivo para ouvir conteúdo desta forma. Empresas como a Apple, Google e o Spotify estão a investir muito em novas ferramentas para os podcasters o que vem acrescentar valor para as empresas, que já olhavam para os podcasts como algo aliciante e diferenciador para incorporar nas suas estratégias.

Se por um lado, o podcast permite atingir um novo público e criar uma experiência individual proporcionando assim uma maior proximidade com todos os ouvintes, por outro, a sua portabilidade permite que seja ouvido em qualquer local, algo que valoriza o tempo dos seus ouvintes.

Ainda assim, desenvolver um podcast é um processo complexo que passa por mais do que colocar ideias em papel e falar para o microfone. Desta forma, para criar este conteúdo, é importante considerar certos detalhes, como por exemplo: o seu objetivo e formato, o tom da comunicação e mesmo as plataformas de distribuição a utilizar.

Na realidade, este processo é mais fácil do que a maioria considera, uma vez que com as indicações certas, apostar na criação de podcasts poderá revelar um ótimo retorno, dado que é ainda uma ferramenta pouco explorada, comparativamente com os restantes canais de conteúdo, com apenas 900 mil podcasts ativos (relativamente a 500 milhões de blogs ativos).

Neste sentido, delineamos um guia com as melhores práticas a adotar para desenvolver podcasts de excelência. Estas indicações devem ser seguidas, transversalmente, quando pretenderem avançar com a criação do conceito do próprio podcast.

 

O Podcasts Guidebook, que faz parte dos BloomCast Content Series, é um documento desenvolvido pela BloomCast Consulting com o objetivo de fornecer informação útil e facilmente acionável para definir a linha comunicacional que deve ser utilizada na criação de podcasts. Nele poderão encontrar as melhores práticas para criação de um podcast bem como algumas estatísticas e factos relevantes em relação ao formato.

 

Faça o download aqui!